O Mexico que não esperava

Posted by

Já passaram mais de dois meses desde que comecei o meu Serviço Voluntário Europeu, e muitas coisas passaram, aprendi que muitas coisas de qualquer forma precisam acontecer.

Uma viagem que, como nas grandes aventuras, não podia começar pior:

Vôo cancelado, saída com um dia de atraso, no total 50 horas de viagem e malas perdidas em Madrid. Afortunadamente, cheguei depois de uns dias ao meu destino, e o bonito disso tudo foi o que aconteceu até esse momento, e tudo o que estou aprendendo cada dia neste país.

Nada acontece como você espera e tudo é uma surpresa, bonita ou feia como for, é justo assim. Porque não podemos viver com nossas regras, nossos esquemas mentais e seguindo nossa direção previamente estabelecida. Necessitamos ser livres e prontos para aceitar tudo o que a vida nos reservou, agradecer e gozar ao máximo.

12400595_10154431159089112_8893037779460293491_n

Com certeza, o México que estou conhecendo não é aquilo que eu esperava conhecer, é muito mais! Chegar da Europa a um País Latino Americano significa levar com si uma certa quantidade de preconceitos e medos infundados, que em muito pouco tempo se esquece.

Estar no México significa ser bem vindo e receber hospedagem em cada casa;

Estar no México significa fazer amizades em 5 minutos, e não estou falando dessas amizades superficiais mas sim de sinceras e duradouras;

Estar no México significa estar rodeado de edifícios de arquitetura colonial e degradada ao mesmo tempo, o que me faz sentir como nas cidades onde me mais sinto em casa: Genova e Sevilha;

Estar no México significa aprender a apreciar a comida picante até não aguentar ficar sem;

Estar no México significa dar-se conta de que nunca comeu tanto maíz em toda a sua vida;

Estar no México significa novos odores sabores e cores;

5434_10154555831084112_6567852801690153885_n        10269452_10153867752577094_7041438445770305475_n

México é musica em cada esquina, em cada tenda e em cada bar;

México significa sentir-se em casa hospedado por uma “mãe” e um “irmão” que estou aprendendo a conhecer e que sempre me tratam como parte da família, e tudo isso me levou;

Passar o Natal com uma familia de DF, convidado por dois irmãos que conheci um fim de semana em Puebla, e ainda mais, ser incluído na troca de presentes da família;

México significa ver as duas “caras” de uma familia da Ciudad de México durante a noite de natal;

México significa receber hospedagem de uma menina por dois dias, e ser apresentado a primos, tios, avós, apenas por ser amigo do amigo de um amigo…

Viver no México significa mudar a unidade de medida para calcular a distância, e dar-se conta que no final 7 horas no ônibus não são tantas se pensa na dimensão desse país e em tudo aquilo que existe para ser descoberto;

Viver no México significa aprender a tirar a pele do touro para a sua conservação e para a preparação de sapatos;

México significa trabalhar 5 dias na semana com colegas que desde o primeiro dia me fizeram sentir-se parte do projeto;

México significa conhecer a realidade de uma or12661889_10154555831944112_3036154362002282347_n-1ganização de voluntários que desde muitos anos se esforça a cada dia para hospedar dezenas de voluntarios de todo o mundo, buscando família que possam hospedá-los, com vontade de conhecer outras culturas, levando-os a conhecer suas cidades e seu País, envolvendo-os o melhor possível na vida e cultura Mexicana;

México é sentir um amor incondicional pelo próprio País, apesar de saber todos os problemas que o País tem;

México significa escutar 10 vezes ao dia “deve tomar cuidado” ou “não confie” e pensar que todo esse alarmismo talvez seja um pouco exagerado;

México é escutar a história de narcos, corrupção política e estado, que me faz pensar em Italianos anos 80 e 90;

México é sentir-se muito longe de casa, mas no final não tanto, pois logo sinto o espírito latino que nos une;

México é voltar a falar o espanhol após 3 anos e perceber que, no final, eu me lembro muito bem

601162_10154555831419112_7469066851433546708_n

México não te conheço, México eu te esperei por muito tempo, México quero descobrir-te por inteiro.

Blog Post Location

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *